Início > Agronegócios, Economia, NOVA MUTUM > Greve dos servidores do Indea já afeta frigoríficos de Nova Mutum

Greve dos servidores do Indea já afeta frigoríficos de Nova Mutum

Fonte: Só Notícias/Bianca C. Zancanaro (colaborou: Diego Weber, de Nova Mutum)

A greve dos servidores do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea), que iniciou hoje, já começa a afetar a classe de suinocultores de Nova Mutum. Um dos frigoríficos instalado no município e que iria abater durante esta semana cerca de 2 mil animais por dia teve que alterar sua programação pois não é possível fazer abates sem as guias emitidas pelo órgão.
“No momento o impacto já é sentido. Sem a guia de transporte dos animais emitidas pelo órgãos nós tivemos que parar parte das atividades. Ainda não temos como avaliar a paralisação ou seus motivos. Estamos apenas nos sentindo como um verdadeiro escudo para a paralisação da classe”, afirmou Valdomir Ottonelli, diretor do grupo frigorífico.

Em Nova Mutum, a paralisação está programada para seguir até a próxima quarta-feira. Em frente a unidade fechada, foi fixado um papel com os dizeres: “estamos parados em luta por melhores condições de trabalho, com o intuito de proporcionar mais qualidade no atendimento ao produtor e pela retirada do Indea-MT do Núcleo Sistêmico Agropecuário”.

“Nossa intenção não é causar grande impacto na economia, mesmo sabendo que algumas empresas o sofrerão. O objetivo é garantir nossos requisitos e ofertar melhor serviço. Durante a paralisação não iremos emitir ou receber nenhum documento, inclusive a guia de transporte animal, documento hábil para trânsito de animais entre propriedades e em abatedouros. Isso vale para suínos e bovinos”, afirma Rubens Reynaud, médico veterinário da unidade.

A classe de suinocultores prevê um prejuízo expressivo até a próxima quarta-feira e se a greve continuar afetará o consumidor final. “Nosso compromisso com o cliente está em jogo, inclusive quando exportamos para fora do Estado. Estamos torcendo para que o órgão se entenda junto ao executivo estadual para que nossa classe não saia no prejuízo”, concluiu Ottonelli.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: