Início > Educação, NOVA MUTUM > Conselho Tutelar e CMDCA fazem campanha contra violência

Conselho Tutelar e CMDCA fazem campanha contra violência

O Conselho Tutelar de Nova Mutum em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) realizaram na sexta-feira, mais uma ação com foco em divulgar o número de disk-denúncia do município. Casos de violência sexual contra crianças e adolescentes tiveram um aumento, segundo os órgãos, a partir da conscientização da importância de se denunciar.
De acordo com a presidente do CMDCA, Alessandra Salesse, a ação é sequência dos trabalhos instituídos na quarta edição do Fórum Municipal, realizado no dia 18 de maio, data em que se comemora o combate a violência sexual. “Temos um trabalho de informação e orientação; e uma rede de atendimento capacitada, o que certamente tem como consequência o aumento do número de casos. Vamos dar continuidade às entregas de banners explicativos para muni-los de informação, caso haja alguma nova situação de violência”, destaca.

Alessandra reforça que o combate à violência e à exploração sexual infanto-juvenil passa por uma atitude proativa da sociedade mutuense. “Cada cidadão deve ter um olhar mais atento ao que acontece com crianças e adolescentes e que para isso, a informação é palavra-chave. Quando o cidadão toma conhecimento de uma situação de violência ele deve saber o que fazer com ela, ou seja, quem procurar, como e a quem fazer a denúncia”.
Dentre os locais visitados pelas equipes, estiveram os Postos de Saúde da Família (PSFs) Seringueiras e Colina, por abrigarem uma demanda maior de pacientes; além das escolas Caminhos do Saber e Virgilio Correa Filho.

Em Nova Mutum, o disk-denúncia pode ser acionado 24 horas pelo telefone (65) 9628-3858 ou em expediente comercial pelo (65) 3308-1489.

DADOS
Segundo o último levantamento divulgado pelo Conselho Tutelar, os números de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes em Nova Mutum apontaram para queda em alguns tipos de violência, mas mesmo assim, o número de ocorrências ainda é expressivo e mostra uma variação importante em registros do tipo negligência familiar e violência psicológica, líderes das notificações.
Atos violentos com uso de força física de forma intencional, por exemplo, mostram 39 casos em 2009, 18 no ano seguinte e 26 em 2011. “São atos esses praticados por pais, responsáveis, familiares ou pessoas próximas, ou seja, violência cometida por aqueles que deveriam cuidar, zelar, proteger, a criança”, lamenta Alessandra.  

O cenário da violência psicológica é ainda mais impressionante, com 81 casos em 2009, 56 em 2010 e 433 em 2011. “Entendemos como violência psicológica ações como rejeição, privação, depreciação, discriminação, desrespeito, cobranças exageradas, punições humilhantes, utilização da criança e do adolescente para atender necessidades de adultos”, explica.
Casos de abuso sexual, que envolvem ou não contato físico, podendo ter ou não sinal visível – os dados mostram o registro de 18 casos em 2009, 15 no ano seguinte e 16 em 2011.
Em Mato Grosso, segundo o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, seis crianças são violentadas por dia, sendo que o gênero mais atingido é o feminino, com 56% a mais de casos em relação aos meninos. Na maioria, homens com idade entre 28 e 60 anos de classe social baixa e com um desejo incontrolável por crianças de zero a 12 anos é o perfil dos agressores de crianças e adolescentes das principais ocorrências de abuso sexual registradas pela Policia Judiciária Civil.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Bianca Lima

Anúncios
Categorias:Educação, NOVA MUTUM
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: