Início > Economia > Recursos para empreendimentos antigem R$3 bi no trimestre em MT

Recursos para empreendimentos antigem R$3 bi no trimestre em MT

[economia-mutum-net.jpg]

Recursos para empreendimentos antigem R$3 bi no trimestre em MT

Mato Grosso está na contramão da crise. A análise é do secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, ao comparar os números obtidos no primeiro trimestre de 2009 com os do mesmo período do ano passado. Balanço feito pela pasta mostra que ao contrário do que vem ocorrendo em alguns Estados brasileiros, a economia estadual está a todo o vapor e não dá sinais de retração. Para se ter uma ideia disso, o secretário mostra os números, resultado de ações realizadas em conjunto com o setor privado e que no final refletem na economia de forma geral. Os investimentos enquadrados (aprovados e já em execução) no Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Estado de Mato Grosso (Prodeic) entre janeiro e março deste ano somaram R$ 3,057 bilhões, o que representa um incremento de 1.431% se comparado aos R$ 199,596 milhões registrados em igual período de 2008. O montante verificado nos três primeiros meses deste ano também é maior que o volume contabilizado em 2008, quando somou R$ 1,425 bilhão nos 12 meses, uma expansão de 114,5%.

Na opinião do secretário, a performance que o Estado vem apresentando nos últimos meses – mesmo em um cenário de crise – comprova a confiança dos investidores no potencial local, com opções de negócios que outras unidades da federação não oferecem, a exemplo da produção agrícola e de gado que chamam a atenção para outros empreendimentos com a finalidade de beneficiar a matéria-prima produzida em solo mato-grossense.

“A deficiência em infraestrutura coloca Mato Grosso em uma posição diferente em relação a outras localidades, por isso o governo do Estado concede incentivos fiscais diferenciados como forma de compensar a distância dos portos, o que acaba chamando a atenção dos empreendedores “, afirma Nadaf ao dizer que pelos resultados obtidos até agora, a captação de investimentos para o Estado deve ser mantida pelo menos até o final do primeiro semestre. O secretário também considera que ainda é cedo para arriscar números sobre o volume a ser investido em Mato Grosso ao longo de 2009.

Atividades – Na lista de empreendimentos que compõem o bolo de R$ 3 bilhões, a maioria está voltada para a agroindústria com unidades destinadas à produção de etanol e outras formas de energia, bebidas e também castanhas. O volume de recursos enquadrados, como mostra o balanço da Sicme, não significa que já foram totalmente aplicados, pois alguns estão em fase final de projeto para dar início à edificação das fábricas e outros já estão avançados com promessas de dobrar a produção ainda no segundo semestre, como é o caso do Grupo Renosa, fabricante da Coca-Cola em Mato Grosso, que anunciou em fevereiro deste ano o investimento de R$ 60 milhões destinados à ampliação do parque fabril e também no aumento da produção de bebidas, que atualmente é de 300 milhões de litros por ano.

Fonte: A Gazeta

Anúncios
Categorias:Economia
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: